segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Ver sem Olhar

Ver sem olhar é fácil, isso se chama intuir ou até imaginar. Mas quando vemos sem olhar corremos o risco de nos decepcionar profundamente. Exemplo: tenho uma viagem que estão me prometendo o ano inteiro. No final, não aconteceu nada que eu imaginei. É meio chato quando isso acontece. Mas quando falta tempo para a coisa acontecer, não tem como não imaginar. E esquecer está fora de cogitação! A única coisa que se deve pensar é como foi legal, mesmo não sendo como o planejado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário