sábado, 30 de abril de 2011

Validade: 6 semanas.

Que coisa essa de a música ter seis semanas e vocês acharem que ela está velha? Só por que uma coisa tá velha, ou melhor "velha" (com aspas, pra quem não percebeu.) quer dizer que ela não é boa? Bethoven é velho, mas continua bom. Sheakspeare é velho, mas continua bom. Quero saber o sentido disso! Afffffffffff

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Sem assunto

Sem criatividade, se continuar assim... Bom, estamos na Páscoa! (eee!) Eu vou ganhar uma caixa de Ferrero Rocher Collection. Eeeee! Passei a maior parte de ontem vendo vlogs no youtube (nãããão!) e não fiz o dever, não estou nem um tiquinho a fim de fazer o dever. Eu queria fazer um vlog, mas estou com preguiça. Além do mais, eu não tenho uma câmera qe serve pra isso... O nome do meu vlog seria... Bom, esquece. Se eu mudar de ideia, você já vai ter usado meu nome no seu vlog, hã. Sem assunto, sem assunto. Tá, eu fiz a postagem, bjs =*

domingo, 10 de abril de 2011

More Than A Thousand Words

This image worth more than a thousand words...

Eu declaro a ré...

Com base em todos os dados da vida de Beatriz, por ela ter sofrido buillyng na escola, quero que as juradas declarem seu veredicto.
JURADAS: Declaramos a ré Beatriz esquisita, Meritíssimo.
Com que base?
JURADAS: Ela é isolada, vive resfriada, sr Meritíssimo. Além disso, ela é muito melhor que todas nós juntas poderemos algum dia ser. Se conseguirmos ser prostitutas algum dia, seremos muito sortudas
.
Quero que os jurados declarem seu veredicto sobre a ré Beatriz.
JURADOS: Declaramos a ré Beatriz macumbeira, Meritíssimo.
Com que base?
JURADOS: Ela vomitou por causa de um filme com sangue, sr Meritíssimo. Além do mais, ela não é de nenhuma das seitas e religiões que consideramos corretas, e tira notas muito melhores que nós. Virará uma jornalista de susseso, e nós, se tivermos sorte, cataremos esterco no Lago de Javary.
Declaro a ré Beatriz milhares de vezes melhor que todos os bullies que passarão por sua vida. Caso Encerrado.**Bate o martelo**

Bullying

Sejamos sinceros, quem nunca sofreu bullying? Pode não ter sido (ou ser) grave, mas quem nunca foi alvo de tal "crime" (não precisava das aspas, mas deixe estar) que atire a primeira pedra. Quem nunca zoou alguém, também, não existe. O importante é saber ifdenificar o buillyng. Ele ocorre quando é uma zoação repetida, só com uma pessoa, ou um grupo de pessoas, por serem diferentes. Eu mesma já sofri, ou sofro, não sei. Mas sabe o que eu aprendi? Eu aprendi que o que os olhos não vêem, o coração não sente. Se você sofre com isso, reclame seus direitos, mas sem dar pra trás. Cansei daqueles conselhos da revista Capricho sobre o assunto, certamente nenhum deles sabe o que é ser zoado todos os dias, e o pior, por ser o que você é. Não sabem o que é ser criticado por um bando de menininhas fúteis, ou menininhos covardes, que são cheios de marra só com você. Bom, quando eu entrei na minha escola atual, as meninas me chamavam de esquisita por causa de um problema de saúde. Os meninos, por causa de minha religião (não sou macumbeira, se é o que vocês estão pensando, mas se vocês forem, não há problema algum). O problema chegou ao ponto de minha mãe conversar com advogados para saber como agir nessa situação. Se você sofre buillyng, manda os meninos irem tomar naquele lugar, e as meninas, que o cafetão está esperando na porta. Assim, vocês ficam quites. Foi assim que parou. Eu sofri disso por 1 ano inteiro, a ponto de não ir a comemoração de fim de ano da escola afim de não ter que ver a cara daqueles filhos de uma égua.
Antes, eu queria ser incluída por eles, mas agora, eu quero mais é que eles vão se fuder. Teve gente que me aconselhou a ir a coordenação, mas quantas vezes eu não fiz isso, e quantas vezes fui ignorada. Quando não era ignorada, era exposta de maneira totalmenta absurda, talvez por que eles não tinham experiência em casos desse tipo, talvez por que eles queriam tirar com a minha cara mesmo.
O que um bom Vai Tomar No Cú não faz por nós, não?

Fotografias

Tem um blog chamado Dicas de Fotografia, gosto muito de lá. Tem vária dicas para fotógrafos amadores, ou inciantes, ou os dois, que é o me caso. Bom, eu fotografo, como disse na última postagem, mas não que dizer que as minhas fotos são bonitas, ou tem algum sentido, como critiquei tanto na última postagem. Se quiser dar uma olhada no blog, o endereço é http://www.dicasdefotografia.com.br/, leio e recomendo.
Algumas fotos de lá...



Uma imagem vale mais que 1000 palavras

Fotografar é uma arte, existem muitos profissionais nessa área. Amadores também, nada contra. Mas com o avanço da tecnologia nas câmeras, essa arte está morrendo. Não estou dizendo que a fotografia em si, está morrendo, mas sim a arte que rodeia isso. As câmeras vem com cada vez mais recursos para facilitar a vida dos fotógrafos, mas o trabalho deles está sumindo. Qualquer pessoa com 2000 reais sobrando (ou não) no bolso, consegue uma câmera de última geração. Com isso, é só escolher uma coisa sem significado nenhum, fútil, colocar no formato macro e fotografar. A foto vai, sim, ficar bonita, mas sem sentido nenhum. Sem nenhum trabalho, sem nenhum esforço, é só colocar sua assinatura atrás da foto, pronto.
As fotos de hoje em dia precisam de legenda, pois elas não valem mais que 1000 palavras. Elas não valem mais nada. Essa foto, acima, é muito bonita, e juntou- se perfeitamente com minha postagem, ela, sozinha consegue passar uma mensagem, como essa outra, ao lado, na qual dá pra ver claramente o propósito do fotógrafo em mostrar que a pessoa quer fotografar, indo mais longe, quer mostrar seu olhar para as outras pessoas, expor sua opinião. Mas há milhões de fotos na internet que não significam nada. Eu posso interpretar do jeito que quiser mas essa fotografia, por exemplo...
o que ela que dizer? Que estou ouvindo música? Que gosto de Apple? Que gosto de azul? Não há sentido nenhum, ma se colocar uma legenda, por exemplo "A música me eleva, me faz tocar o azul do céu", muda totalmente o sentido dela, na verdade, dá uma sentido à ela, não é?
Só quero dizer que eu gosto de fotografia, está no sangue, eu gosto de fotografar, mesmo com minha máquina que não tem nada de especial. Quando eu achar minha máquina, eu mostro algumas fotos minhas. Algumas fotos que tirei tem sentido por si só, mas outras não, eu as tirei com o propósito de colocar numa postagem específica, portanto... Bem, era isso que queria dizer, que saber ler o manual e saber fotografar em macro não faz de você um fotógrafo,mas sim, um letrado.