quarta-feira, 1 de junho de 2011

Eu odeio grupos

Eu odeio quando me corrigem. Odeio, odeio e odeio. Não gosto que olhem meu caderno (a menos que seja a professora) e digam "Frase se começa com letra maiúscula". Se eu não soubesse disso, você acha que eu estaria no 8º ano? Se está com letra minúscula é por que tem um motivo. Quando eu coloco em tópicos, normalmente eu coloco assim:
...Como:
1- veias
2-artérias
3-arteríolas

Sem letras maiúsculas. Não está errado. Não gosto de fazer redação em dupla. Não gosto e ponto. Deve ser por quê eu levo as redações que faço na escola muito a sério: em formato de matéria ou crônica.
Matéria com olho, lide, minha opinião, se for digitada, em colunas, introdução, tudo direitinho. Se for pra fazer, que faça direito. Não faço as coisas "às coxas".
Crônicas como uma crônica deve ser ( texto curto, o resto eu não lembro...)
E normalmente minhas opiniões divergem com a minha dupla. Meu estilo de escrever está errado, meus termos não são os melhores. E, detalhe, não sou eu que quero fazer dupla. E a pessoa não se dá o trabalho de copiar enquanto eu crio, praticamente sozinha, minha redação. E se a pessoa não gosta do que eu escrevo, fica irritadinha e diz "Ah, Bia, escreve o que você quiser!".
Por isso que eu não gosto de duplas,
Além do mais, há aquele trabalho super complicado que é o trabalho em grupo. Normalmente, fico com os meninos mais irresponsáveis, com as meninas mais patys, que não gostam de escrever por que faz calos! No final, uma coisa simples, como procurar no Google o que é Savana, torna-se um cavalo de batalha. O cartaz sempre fica uma droga. A apresentação, então... Nem se fala! Ninguém sabe o que era para estudar, nunca conseguem apresentar sem ler tudo, um saco.
Se eu pudesse só faria trabalhos "Me, Myself and I". "Mas isso é cousa impossível!"

Nenhum comentário:

Postar um comentário