domingo, 10 de julho de 2011

Não sei

Não sei quem eu sou, não sei quem eu quero ser. Não sei do que gosto, não sei do que desgosto. Não sei o que fiz de errado. Não sei, não lembro. A memória foi levada pelo vento para a arrebentação da ondas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário